sexta-feira, 19 de junho de 2009

** Projeção Consciente e o Sono **


O sono é o mais poderoso organizador da fisiologia do corpo físico e da vida humana do indivíduo. Ninguém escapa a esse imperativo. Necessidade natural, mas é também um tafo cultural e um rito.

Minimorte – O estado do sono natural, sem projeção consciencial, é a primeira e verdadeira minimorte.

Interleucina – Uma descoberta sobre o sono informa que o Fator s, parte de um grupo de elementos químicos, pode provocar o sono, regular a temperatura e estimular o sistema imunológico do organismo.no final do processo de funcionamento ocorre a liberação da interleucina, substância que provoca o sono e estimula o sistema imunológico.

Imunologia – O sono permite que o sistema imunológico se recupere dos desafios ambientais enfrentados durante o estado da vigília física ordinária do indivíduo em atividade.

Funções essenciais do sono:
1. Desintoxicação - Desfaz a intoxicação celular do corpo humano
2. Mudanças – Desencadeia mudanças físicas, químicas, hormonais e musculares
3. Proteção – Mantém o ser humano longe de danos
4. Energia – Renova a vitalidade da energia do holochacra (paracorpo energético) e do psicossoma (paracorpo emocional)
5. Percepções – Libera as percepções da consciência através da descoincidência dos seus veículos de manifestação.

A qualidade do sono é mais importante do que a sua quantidade

Projetor – A consciex, o ser intrafísico na condição da coincidência dos seus veículos de manifestação (2 veículos: psicossoma e mentalsoma), e a conscin projetada (4 veículos) quando descoincidente podem dormir diferentes categorias de sono.

Soma – Em certas oportunidades, acontece que o corpo físico (soma) dorme (vegetaliza) sem a consciência e a consciência projetada dorme perto ou longe do corpo físico, ao mesmo tempo.

Consciexes – O sono do projetor durante o despreendimento consciencial, à distância, quando o cordão de prata ou as conexões energéticas estão distendidas, além das proximidades do corpo humano, ou mantendo-se na circunferência mínima de distensão do cordão de prata, na maioria dos casos é assistido por alguma consciex, inclusive pelos amparadores.

Autotelecinesia – Os movimentos físicos involuntários, inconscientes e quase imperceptíveis do dormidor, durante a condição de adormecimento ou sono, de modo geral constituem reflexos dos movimentos idênticos de ondulações do psicossoma semi-exteriorizado ou totalmente exteriorizado, porém na condição de instabilidade, próximo ao corpo humano, e podem ser considerados ocorrências de mini-autotelecinesias amenas.

Bibliografia: Waldo Vieira – Projeciologia – Capítulo IV – Estados Alterados da Consciência

Nenhum comentário:

Postar um comentário