sábado, 4 de julho de 2009

Gêneros de assédio do ponto de vista de ataque:

1. assédio mútuo - co-dependente;
2. autoassédio; ego assédio;
3. assédio simples;
4. assédio múltiplo ou ataque conjunto de vários assédios;
5. assédio direto;
6. assédio de bases pesadelares ou sobre a consciência projetada;
7. assédio de bases fisiológicas ou orgânicas (somática), doenças;
9. grupo Carma: assédio grupal;
10. assédio coletivo produzido por consciências dominadoras que tem o dom da palavra e, utilizando-se de V.A.I (Verdades absolutas inverificáveis), controlam em seu benefício, a vontade de consciências primárias.

A guerra, a carnificina, o extermínio e o genocídio constituem os assédios coletivos (rebeliões, conflitos armados, etc) no seu extremo, por meio de uma liderança frequentemente dissimulada, o senhor da guerra, que instala paranóia geral através de um tipo de lavagem cerebral. Nesse caso é a multidão (pessoas) nivelando os indivíduos por baixo. As consciências físicas que possuem uma presença física marcante (carisma) podem enganar uma pessoa desavisada ou até um país inteiro. Basta observar que os assediadores líderes ou mega assediadores, em geral, são pessoas altamente carismáticas. Exemplos: Adolph Hitler, Mussolini, Lênin, Vlad, Átila, Nero, etc. Um exemplo mais atual: Sadam Hussein.

Extraído do livro “Projeção da Consciência – Uma Ferramenta Evolutiva” de Moisés Leão Esagüi. Edição de 2003. Pág. 75.

Nenhum comentário:

Postar um comentário