sábado, 5 de setembro de 2009

Generalidades sobre as técnicas projetivas

Toda conscin, até mesmo quando esteja na agonia da morte biológica do soma (primeira dessoma), pode projetar temporariamente a consciência lúcida do corpo humano.

Em tese, não se conhece nenhuma exceção , ou seja, que haja alguma condição personalíssima que impeça definitivamente uma conscin de deixar o corpo humano incapacitado, mas vitalizado por uma existência vegetativa, temporariamente e, em seguida, voltar a ele.

A pessoa alheia ao assunto da projeção consciente e o projetor(a) novato enfrentam 4 dificuldades básicas para se projetar voluntariamente com lucidez:

01. Projeção - o processo, propriamente dito, de a consciência se projetar do corpo humano.
02. Lucidez - a obtenção é manutenção temporária da lucidez extrafísica.
03. Rememoração - a rememoração posterior dos fatos extrafísicos que vivenciou ou participou.
04. Relato - a tradução, em palavras, das sensações psicofísicas e extrafísicas, puras, nos diversos lances do período da projeção consciente.

O mecanismo de funcionamento de vários métodos aqui indicados pode ser explicado pela alteração da estrutura do holochacra ou das suas relações entre o corpo humano e o psicossoma.

A produção da projeção consciencial lúcida objetiva exatamente a mudar hábitos extratificados em toda a existência física da conscin, independentemente da sua idade e das características peculiares (trafores e trafares) à sua personalidade.

O desenvolvimento dos praticantes da projeção consciente não são iguais, pois há muitas diferenças entre os indivíduos e todos os resultados projetivos dependem, antes de tudo, exclusivamente da própria pessoa ou da sua individualidade.

Procurar técnicas que se afinizam e fazer o "treinamento" com perseverança. Seja qual for a técnica escolhida, ela deve tornar-se uma prática pessoal, sua, intransferível, consoante a sua personalidade, temperamento, estilo, microuniverso consciencial e desempenho próprio.

Todo o recurso, por mais exótico que seja, desde que inofensivo para a consciência, positivo para os fins, dentro da higiene física, mental e consciencial, pode e deve ser utilizado para produzir as projeções conscientes. Todo o esforço ou sacrifício neste sentido compensa a dedicação pessoal.

Adquirindo experiência, o projetor(a) estará num estágio que dispensa a dependência de "muletas" psicofísicas que usa para suprir suas deficiências no processo da projeção consciente.

O projetor interessado deve identificar o processo, metodologia ou procedimento ao qual melhor se adapte, entre as dezenas de métodos e coadjuvantes existente para se projetar com lucidez.

O mais importante não é você sair apenas do corpo humano, mas criar hábitos pessoais, os mais simples e fisiológicos possíveis, de se projetar, no sentido de alcançar gradativamente experimentos de alta qualidade com pleno domínio dos processos, pois o aprendizado extrafísico é árduo e infinito, pois nem mesmo cessa por ocasião da morte biológica do corpo humano.

Os exercícios projetivos, seja qual for a técnica escolhida e empregada por você, devem ser praticados em uma momento ou período de calma, em ambiente de paz, bem lentamente, com bastante atenção (concentração) e tempo disponível, em uma atmosfera (holopensene) adequada de isolamento.

Evite a execução automática e desconcentrada das técnicas. A prática regular dos exercícios projetivos, em horário específico, de preferência pela madrugada, produz resultados positivos menos demorados.

Todas as técnicas aqui analisadas são indicadas apenas para a pessoa de 15 anos de idade física em diante. Os menores de ambos os sexos, antes desta idade, devem aguardar chegar a este período existencial - quando já consolidaram como seres humanos as bases do sistema nervoso central - para começarem a praticar a projeção consciencial lúcida induzida pela impulsão da própria vontade.

Por outro lado, a projeção consciente quando surge espontaneamente, antes de o indivídio atingir esta idade, é inofensiva e, no caso, inevitável, imperiosa. Em razão disso, muitos jovens sofrem as consequências desastrosas da ignorância de muita gente quanto ao assunto, inclusive profissionais liberais, quanto à abordagens erradas, terapias desnecessárias e medicações incorretas em grande número.

Para quem deseja realmente produzir projeções conscienciais lúcidas, não deve tentar apenas uma vez, ou algumas poucas vezes o experimento, em certa época, empregando uma só técnica, e desistir do assunto para sempre, se porventura não o consegue.

A produção da projeção consciente depende de inúmeros fatores, inclusive dos componentes de natureza fisiológica do indivíduo, ra~zao pela qual você até mesmo trocando de técnica projetiva, se for o caso - deve fazer novos tentames de quando em quando, especialmente depois de mudar de hábitos básicos ou alterar rotinas existenciais por mais insignificantes que lhe possam parecer à primeira vista. Tais modificações podem predispor o surgimento do fenômeno consciencial, notadamente quando você jamais teve experiência consciencial lúcida antes.

Se há interesse na produção consciencial lúcida, prepare-se psicologicamente para aceitar as projeções conscienciais espontâneas desde já, pois isso pode ocorrer em qualquer oportunidade favorável daqui para a frente. O fenômeno projetivo é fisiológico ou parafisiológico, e, além disso, pode ser patrocinado por amparadores, evoluciólogos e Serenões.

Extraído do Tratado de Projeciologia, 1999 por Waldo Vieira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário