sábado, 5 de setembro de 2009

Tenepes e as transmissões energéticas

Chacras. Ocorre constante aperfeiçoamento nas transmissões energéticas. Depois de vários anos, os exercícios diários, que não são sentidos como sacrifício, mas diariamente aguardados com alegria íntima, fazem o passista, homem ou mulher, perceber, no estado da vigília física ordinária, os chacras, especialmente 4 deles, ao mesmo tempo:

01. Sexochacra - O sexochacra latejante, como se o(a) praticante estivesse sentado sobre uma bola de fogo.

02. Umbilicochacra
- O umbilicochacra ou todo o abdome energizado para a frente.

03. Frontochacra - O frontochacra que parece pequeno mas poderoso aparelho incrustado na testa.

04. Coronochacra
- O coronochacra com a impressionante sensação de dissolução da cabeça.

Abordagens. Também os amparadores ou amparadoras trazem consciexes enfermas mais perturbadas e carentes (energívoras) para abordar o(a) praticante diretamente no estado da vigília física ordinária ou quando se projeta.

Resultados. Neste ponto, o rapport físico-extrafísico (afinidade, interação, empatia) se intensifica e os resultados das irradiações energéticas assistenciais melhoram.

Extras. Chegando o(a) praticante da tenepes a um grau elevado de afinização com a transmissora ou transmissor extrafísico titular, podem sobrevir exteriorizações energéticas extras ou emergenciais, ou seja, antes (principalmente) ou depois do período diário das transmissões, em momentos ou circunstâncias inesperadas.
Saúde. Tudo isso acontece sem forçar psíquica ou fisicamente o praticante, homem ou mulher, mas de modo agradável, enriquecedor e saudável - que jamais trará qualquer conotação assediadora ou prejudicial - objetivando o atendimento de consciexes enfermas em uma conjuntura emergencial.

Absorção. A absorção ou assimilação simpática, por afinidade, boa intenção e ascendência energética, de doenças, distúrbios ou afecções de certas pessoas-pacientes ou consciexes enfermas, pode ocorrer nas transmissões assistenciais da tenepes, seja de modo consciente ou insconsciente por parte de ambos, o(a) passista-absorvedor e o (a) paciente-absorvido.

Remissão.
A remissão definitiva dos sintomas e sinais do(a) paciente, após algum período de horas, dias ou até semanas nas transmissões energéticas, é que revela, em muito casos, a ocorrência da absorção simpática. Sempre que acontece, tal fato é desencadeado pelos próprios benfeitores extrafísicos, com bases nas possibilidades individuais maiores de descarte dos distúrbios pela condição de fortaleza energética por parte do(a) animista-sensitivo(a) transmissor(a) que, no entanto, pode identificar a absorção, ou não, assim que a mesma se instala dependendo do nível da sua autolucidez técnica dentro desses processos assistenciais.

Isca. A absorção simpática entre as consciências é o efeito mais avançado da condição de isca anímico-parapsíquica, fundamentada no estado de rapport, na existência das energias conscienciais e no fenômeno do acoplamento áurico. Não deve ser interpretada por episódio assediador, como entendemos o assédio patológico interconsciencial.
Continuum. Os hábitos assistenciais de exteriorização de energia podem conduzir a conscin à centralização ou fundamentação do ego, o mais elevado estado de equilíbrio que o ser humano consegue atingir. Neste ponto, quase sempre se instala o acoplamento do seu mentalsoma ao mentalsoma de uma consciex experiente, amparador ou amparadora, na serena condição do entrosamento do continuum de tomada de consciência.

Maturidade. Uma das utilidades das práticas da tenepes é a de ajudar a sanar os distúrbios do âmbito da parapatologia do psicossoma, dentre eles as seqüelas do restringimento físico da conscin que se tornou consciex recentemente. Por exemplo: a recuperação mais rápida da maturidade extrafísica para aquelas consciências que dessomaram em tenra idade ou na adolescência, ou seja, as crianças extrafísicas que merecem ou precisam voltar a ser consciencialmente adultas mais depressa. Nestes casos, as energias paratroposféricas da sensitivo(a) humano atuam de modo positivo e eficaz com possibilidade de rapport maior no desbloqueio e compesação das energias ainda muito humanas, animais, afins, remanescentes e vinculadas à consciex.

Tarefas. Nos objetivos mais elevados das práticas da tenepes, inclui-se, sem dúvida, o predomínio crescente da tares ou tarefa do esclarecimento sobre a tacon ou tarefa da consolação. Por aí se vê que há práticas da tenepes de maior ou menor qualidade, não apenas quanto a um só praticante, homem ou mulher, em diferentes períodos da vida, como também entre os êxitos interdimensionais de um praticante e outro.

Extraído do Tratado "Projeciologia", 1999 por Waldo Vieira.

Nenhum comentário:

Postar um comentário